Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

08
Mai21

"Epipactis tremolsii" — a orquídea alcoólica

Arca de Darwin

A orquídea heleborinha-comum (Epipactis tremolsii) mede entre 30 e 60 centímetros de altura e tem uma inflorescência que comporta 15 a 40 flores.

epipactis tremolsii 1.jpg

epipactis tremolsii 2 aq.jpg

As flores têm o labelo em forma de taça, na qual servem um néctar alcoólico às abelhas e aos outros polinizadores. Os bicharocos, naturalmente, ficam um pouco "tocados".

epipactis tremolsii 2.jpg

O género Epipactis, a par dos géneros Cephalanthera e Limodorum, possui rizomas em vez de tubérculos, o que é uma vantagem para as plantas se poderem multiplicar na ausência de polinizadores.

epipactis tremolsii 3.jpg

A espécie existe em clareiras e orlas de matos e gosta de solos pedregosos.

epipactis tremolsii 4.jpg

A época de floração estende-se de Abril a Junho.

epipactis tremolsii 5.jpg

A heleborinha-comum existe em Portugal, Espanha, França, Sardenha e Norte de África.

Em Portugal, já foram registadas cinco espécies de orquídeas do género Epipactis. Nem sempre é fácil distingui-las. No entanto, uma das espécies está extinta no nosso país (E. palustris) e outra tem flores verdes (E. fageticola). A E. helleborine tem as folhas na parte média do caule, enquanto as da E. tremolsii localizam-se sobretudo na base. Já a E. lusitanica tem as brácteas inferiores 1,5 vezes mais compridas do que as flores, enquanto as da E. tremolsii têm sensivelmente o mesmo comprimento.

epipactis tremolsii 6.jpg

epipactis tremolsii 7.jpg

epipactis tremolsii 8.jpg

 

 

06
Mai21

Campo pontuado de orquídeas

Arca de Darwin

Entre maio e julho a já nossa conhecida orquídea-piramidal (Anacamptis pyramidalis) desponta em prados totalmente expostos ao sol — é uma planta que não gosta de sombra —, chegando a alcançar densidades de várias dezenas, ou até mesmo centenas, de exemplares numa área tão pequena quanto 20 ou 30 metros quadrados.

(Tirei as fotos seguintes no Parque do Cabeço de Montachique, em Loures).

orquidea-piramidal 1.jpg

orquidea-piramidal 2.jpg

orquidea-piramidal 3.jpg

orquidea-piramidal 4.jpg

orquidea-piramidal 5.jpg

orquidea-piramidal 6.jpg

orquidea-piramidal 7.jpg

orquidea-piramidal 9.jpg

 

27
Abr21

Arte Urbana no Carvoeiro

Arca de Darwin

O projeto Carvoeiro Boxes nasceu em 2015 com a pintura de mais de 50 caixas de distribuição de electricidade da EDP na Rua do Pescador e na Rua do Barranco, no Carvoeiro, Algarve. Dois anos depois, em 2017, os dois responsáveis pela iniciativa que retrata a vida algarvia, Phil Francis e Hélder José, levaram-na até Lagoa, onde deram vida a cerca de mais 90 caixas.

carvoeiro boxes 1.jpg

carvoeiro boxes 2.jpg

carvoeiro boxes 3.jpg

carvoeiro boxes 4.jpg

carvoeiro boxes 5.jpg

carvoeiro boxes 6.jpg

carvoeiro boxes 7.jpg

carvoeiro boxes 8.jpg