Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

29
Mai14

Dingo - o maior predador terrestre da Austrália

Arca de Darwin

O olhar penetrante lembra-nos que o Dingo (Canis lupus dingo) descende dos lobos (Canis lupus). É certo que o cão doméstico (Canis lupus familiaris) também, mas o Dingo mantém o arcaico instinto selvagem que preservou através do isolamento genético.

dingo 1

Os dingos foram introduzidos na Austrália há 4.600 a 18.300 anos. Actualmente há cada vez menos dingos "puros" devido ao cruzamento com cães selvagens, pelo que a espécie tem o estatuto de conservação de Vulnerável.

dingo 2

A pelagem típica é ruiva, com manchas brancas na cauda, peito e patas.

dingo 3

Mede 52 a 60 cm de altura e 62 a 110 cm de comprimento. O peso varia entre 11 e 22 quilos.

dingo 4

No sudeste da Austrália há uma cerca (conhecida por Dingo Fence) cujo objectivo é impedir a entrada dos dingos nesta região de terrenos férteis, usados para a agricultura e a para a criação de gado. Construída entre 1880 e 1885, mede 5.614 km! Sim, são cinco mil seiscentos e catorze quilómetros de cerca.

dingo 5

Está bom de ver que o gado faz parte da dieta deste canídeo, mas não é o principal item do variado menu que inclui cerca de 170 espécies, como o canguru, o wallaby, o opossum o coelho, e até insectos.

dingo 6

27
Mai14

Antropoceno (post convidado)

Arca de Darwin
TEXTO (e origami): SANDRA MONTEIRO*

*Directora do Le Monde Diplomatique - edição portuguesa

A criação de uma consciência mundial que dê prioridade à reestruturação da economia e das sociedades, de modo a que as actividades humanas possam harmonizar-se com a sustentabilidade ambiental, exige que os cidadãos deixem de ser essencialmente responsabilizados por comportamentos e decisões individuais, como consumidores, e adquiram uma renovada capacidade de influenciar as escolhas políticas que podem garantir essa harmonização.origamiA actual confluência entre a crise económico-social e a crise ambiental mostra bem a necessidade de os cidadãos participarem na construção de um programa unificado que contrarie a espiral de recessão económica, regressão social e alterações climáticas desastrosas. Esse programa de keynesianismo ecológico, ou «New Deal Verde» (Robert Pollin), assenta em planos públicos de investimento capazes de dinamizar a procura interna e o crescimento económico. Planos que potenciam a máxima criação de emprego justamente por estarem associados a uma «economia limpa»: a que reestrutura os edifícios para lhes melhorar o comportamento térmico e a eficiência energética; a que aposta numa rede inteligente de transportes públicos; a que aposta nas fontes de energia renováveis (eólica, solar e biomassa) reduzindo as emissões de dióxido de carbono. As medidas que podem evitar a catástrofe ambiental são as mesmas que evitam a catástrofe social. Precisa o mundo de mais crise para tomar consciência disso?
26
Mai14

Willie Wagtail - o passarinho que nos vê como... gado

Arca de Darwin

Quando apresentei o cauda-de-leque-cinzento ((Rhipidura fuliginosa) referi que, em prados e relvados, tem o hábito de seguir "os passos das pessoas à espera de capturar os insectos que se desviam das pisadelas humanas". Este comportamento é particularmente observável no Willie Wagtail (Rhipidura leucophrys).

willie wagtail 1

willie wagtail 2

Habitualmente o Willie usa esta estratégia com o gado, pelo que é frequente encontrá-lo a caçar por entre as pernas dos quadrúpedes, ou a catar-lhes carrapatos do dorso.

willie wagtail 3 willie wagtail 4 willie wagtail 5

A verdade é que aprendeu a não recear os humanos e, como é muito curioso, aproxima-se quase ao ponto de conseguirmos tocar-lhe.

willie wagtail 7 willie wagtail 8 willie wagtail 9 willie wagtail a 10 willie wagtail a 11

A dieta também inclui muitos outros artrópodes, como moscas, escaravelhos, centopeias, libélulas, borboletas e aranhas.

willie wagtail a 12 willie wagtail a 13 willie wagtail a 14 willie wagtail a 15 willie wagtail a 16

Curiosamente, o nome inglês - wagtail (abana a cauda) - também serve para designar as nossas alvéolas.

willie wagtail a 17 willie wagtail a 18 willie wagtail a 19 willie wagtail b 20

No entanto, a aparência do Willie é bastante diferente: plumagem preta em todo o corpo, excepto na barriga e nas sobrancelhas, que são brancas.

willie wagtail b 21 willie wagtail b 23 willie wagtail b 22

Mede entre 18 e 21.5 cm e pesa entre 17 e 24 gramas. E é tão patusco que não me canso de o fotografar...

willie wagtail b 24 willie wagtail b 25 willie wagtail b 26 willie wagtail b 27

24
Mai14

Hamelin Bay: perigoso paraíso

Arca de Darwin

O "Jetty" (cais) sobressai na paisagem da baía de Hamelin. Situado 30 km a sul de Margaret River, desta imponente estrutura construída em 1882 e aumentada em 1898 resta pouco mais do que oito pilares e algumas traves, mas nos tempos áureos entrava 600 metros mar dentro e servia três navios de cada vez.

hamelin bay 1 (800x533)

hamelin bay 2

A mercadoria que por ali passava era a preciosa madeira da floresta de Bonarup. Mais tarde, nos anos 40 do século passado, o salmão capturado na baía era o principal cliente do cais, e dali saía rumo a Perth.

hamelin bay 3 (800x533) hamelin bay 4 (800x533) hamelin bay 5 (800x533) hamelin bay 6 hamelin bay 7 (800x533)

Actualmente, a baía recebe inúmeros turistas atraídos pela magnífica paisagem. A praia esconde outra surpresa (que não vi): enormes raias que nadam juntinho ao areal.

hamelin bay 8 (800x533) hamelin bay 9 hamelin bay a 10 hamelin bay a 11 hamelin bay a 13

Ao contrário de Geographe Bay, situada cerca de 100 km a norte e famosa pelas águas calmas, Hamelin Bay foi destino final de muitas embarcações. Três navios ali atracados afundaram-se durante a implacável tempestade de 22 de Julho de 1900, ano que registaram-se outros três naufrágios.

IMG_1164 (800x533)

hamelin bay a 14 (800x533) hamelin bay a 15 (800x533) hamelin bay a 16 hamelin bay a 17 (800x533) hamelin bay a 18 (800x533)

23
Mai14

Pequenito, marreco e cinzento ("Anas gracilis")

Arca de Darwin

Dá pelo nome de marreco-cinzento (Anas gracilis) - Grey Teal - e mede cerca de 44 centímetros, o que faz dele um dos mais pequenos patos da Austrália.

grey teal 1

O que lhe falta em tamanho, compensa em número: é o pato mais abundante desta ilha-continente.

grey teal 2

A penugem castanha, o pescoço esbranquiçado e o olho vermelho são característicos desta espécie.

grey teal 3 grey teal 4 grey teal 5

Alimenta-se de plantas (terrestres e aquáticas), sementes, crustáceos e insectos.

grey teal 6

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Siga-nos no Facebook

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D