Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

28
Jun15

Terraços do Carmo: paisagem geométrica

Arca de Darwin

O incêndio que devorou o Chiado, em Lisboa, já tem uns aninhos: foi em 1988. Este mês a inauguração dos Terraços do Carmo assinalou o fim da intervenção idealizada pelo arquitecto Siza Vieira. Resultado? Os detalhes geométricos do projecto são, sem dúvida, visualmente apelativos, como nesta primeira imagem, em que a R. do Carmo surge como um terceiro patamar, ainda que desenhado a 'preto', e não a 'verde'.

lisboa carmo 1

No entanto, é um espaço 'frio' e pouco convidativo, sem sombras que permitam retemperar forças aos que se aventuraram escadaria acima.

lisboa carmo 2À torreira do Sol, não há quem se sente ou deite na relva. Assim, mais valia ter 'pintado' os rectângulos com exemplares da flora mediterrânica, como o alecrim, e poupar na água da rega.

lisboa carmo 3 lisboa carmo 4 lisboa carmo 5 lisboa carmo 6 lisboa carmo 7 lisboa carmo 8 lisboa carmo 9 lisboa carmo a 10

25
Jun15

Natureza e cor na Festa do Japão

Arca de Darwin

No sábado passado realizou-se a 4.ª edição da Festa do Japão, em Lisboa, organização da Embaixada do Japão. Cheguei depois da demonstração de Ikebana (arte floral japonesa) e saí antes do Origami e dos tambores, mas ainda assisti às demonstrações de artes marciais. No entanto, os inúmeros "ocidentais" com vestes de alguma forma relacionada com a cultura japonesa chamavam bem mais à atenção do que os desportistas de kimono branco. Parece que no final do dia houve uma espécie de concurso para eleger a melhor "vestimenta"... Para o ano há mais.

festa do japao 1

festa do japao 2 festa do japao 3 festa do japao 4 festa do japao 5 festa do japao 6 festa do japao 7 festa do japao 8 festa do japao 9 festa do japao a 10 festa do japao a 11 festa do japao a 12 festa do japao a 13 festa do japao a 14 festa do japao a 15 festa do japao a 16 festa do japao a 17 festa do japao a 18 festa do japao a 19 festa do japao b 20 festa do japao b 21 festa do japao b 22 festa do japao b 23

 

18
Jun15

O escaravelho-vermelho e as palmeiras decepadas

Arca de Darwin

Aterrou na minha varanda, mas não me lembrava da sua cara trombuda. Espreitei um guia de insectos da Europa e... nada. Finalmente, lá o descobri, numa página do Flickr dedicada a insectos. Dá pelo nome de escaravelho-vermelho, Rhynchophorus ferrugineus, é originário da Ásia, mas já existe em África e na Europa. E é o responsável pelo cenário desolador das palmeiras que se encontram decepadas de Norte a Sul do país e na Madeira.

escaravelho palmeira 1

Entrou pelo Algarve, há cerca de oito anos, e de então para espalhou-se pelo resto do território. Só em Lisboa já levou ao abate de mais de 500 palmeiras.

escaravelho palmeira 2

Mede entre 3 cm e 4,5 cm. É a larva que destrói as árvores devido aos túneis que cava no tronco.

escaravelho palmeira 3

A fêmea põe cerca de 200 ovos. Cada palmeira, mesmo que não apresenta sintomas de doença, pode albergar entre 1500 e 2000 casulos. O tratamento custa cerca de 500€ por ano.

escaravelho palmeira 4

16
Jun15

Ruínas e Bruce Springsteen

Arca de Darwin

Se visitar a peça Crossroads (apresentada no post anterior), em Lisboa, olhe para o lado oposto da Av. Afonso Costa e observe o estranho cenário resultante do contraste entre a monotonia da encosta lisa e a exuberância da natureza, que se apodera de umas não menos estranhas ruínas.

ruina lisboa-3 (1024x683)

A mim, no entanto, a primeira reacção ao olhar para esta imagem foi lembrar-me de uma música do Bruce Springsteen: Mansion on the hill. É a terceira faixa do álbum Nebraska, de 1982, que recomendo vivamente. É um álbum sombrio, onde o Boss revela todo o seu talento como contador de histórias. A faixa 5, Highway Patrolman, serviu de base ao filme The Indian Runner (União de Sangue), escrito e realizado por Sean Penn em 1991, e protagonizado por David Morse, Viggo Mortensen e Valeria Golino. Certo é que o enredo dos 127 minutos do filme cabe perfeitamente nos 5:40 minutos da música.

ruina lisboa-1 (683x1024)

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Siga-nos no Facebook

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D