Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

28
Ago20

Arte Xávega na Costa da Caparica

Arca de Darwin

Os pescadores, os banhistas, os clientes, as gaivotas. Todos aguardam pacientemente que sejam recolhidos os incontáveis metros de corda que antecedem a rede. Esta última, se a sorte assim o ditar, estará carregada de peixe. E peixe mais fresco do que este só se o apanharmos nós mesmos.

arte xavega 1.jpg

Esta pesca de arrasto, conhecida por Arte Xávega, nasceu há quase 200 anos. No passado, a rede de cerco (ou xalavar) era puxada por juntas de bois e, mais tarde, pela força dos braços dos pescadores e banhistas que estavam na praia. Actualmente, os tractores asseguram este trabalho.

arte xavega 2.jpg

arte xavega 3.jpg

arte xavega 4.jpg

arte xavega 5.jpg

arte xavega 6.jpg

arte xavega 7.jpg

arte xavega 8.jpg

arte xavega 9.jpg

arte xavega 10.jpg

Em 2017, a Arte Xávega da Costa da Caparica foi inscrita no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial.

arte xavega 11.jpg

arte xavega 12.jpg

arte xavega 13 a.jpg

arte xavega 13.jpg

arte xavega 14.jpg

arte xavega 15.jpg

arte xavega 16.jpg

arte xavega 17.jpg

arte xavega 18.jpg

arte xavega 19.jpg

arte xavega 20 .jpg

arte xavega 21.jpg

 

26
Ago20

A mosca que imita vespas

Arca de Darwin

A mosca-grande-das-flores (Volucella zonaria) imita tanto o tamanho como o aspeto e o voo da vespa-europeia (Vespa crabro). Como as moscas são dípteros (ordem Díptera), só têm um par de asas, enquanto que as vespas (ordem Himenóptera) têm dois. As antenas da V. zonaria são muito mais pequenas do que as da V. crabro.

volucella zonaria 1.jpg

Os adultos voam entre Junho e Outubro.

volucella zonaria 2.jpg

As fêmeas põem os ovos em ninhos de vespas ou de abelhas onde as larvas crescem em comensalismo com os seus hospedeiros.

volucella zonaria 3.jpg

Vive em parques e jardins urbanos e em orlas de zonas florestadas.

volucella zonaria 4.jpg

Mede 2,5 cm de comprimento e 4 cm de envergadura.

volucella zonaria 5.jpg

 

02
Ago20

Arte urbana na Amadora

Arca de Darwin

aqui falei da arte urbana na Amadora e da iniciativa "Conversas na Rua" a propósito dos "retratos" de quatro gigantes da cultura portuguesa (Amália, Pessoa, Carlos Paredes e Zeca Afonso, que hoje faria 91 anos). Eis mais cinco murais criados durante a iniciativa:

TAMARA ALVES

(2019)

Rua Pio XII

"Inspirei-me numa Ofélia moderna de Shakespeare, não de uma forma efémera e trágica, mas perpétua, forte e apaixonada. É um tema denso mas poderoso, não é fácil assumir a nossa loucura e fragilidade mas faz-nos mais fortes. Os finais trágicos são os que mais nos ensinam", conta Tamara Alves na sua página no Instagram.

tamara alves 1.jpg

tamara alves 2.jpg

tamara alves 3.jpg

tamara alves 4.jpg

tamara alves 5.jpg

 

PEDRO PEIXE

"Sonhar é Imaginar" (2017)

Rua Theys Willemse

pedro peixe 1.jpg

pedro peixe 2.jpg

 

PEDRO PEIXE

"Ballerina" (2018)

Av. General Humberto Delgado

"É um bocado uma reflexão sobre a dança contemporânea. Não é o óbvio, não é uma bailarina a dançar. Ela repousa, descansa entre actos. É mostrar também o movimento, as luzes, as cores, a música", referiu Pedro Peixe à Lusa.

ballerina 1.jpg

ballerina 2.jpg

ballerina 3.jpg

BALLERINA 4.jpg

ballerina 5.jpg

ballerina 6.jpg

 

 

EIME e SAMINA

eime e samina.jpg

 

DANIEL EIME

"Carlota" (2018)

Av. do Brasil

eime 1.jpg

eime 2.jpg

 

JOÃO SAMINA

"2700" (2019)

Av. do Brasil

O número que constitui o nome da obra, e que surge nela do lado esquerdo, remete para o código postal da zona. O retrato de uma mulher africana visa homenagear a diversidade cultural desta cidade.

samina 1.jpg

samina 2.jpg