Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

23
Mar15

Birdwatching (e não só) na Lagoa da Estacada

Arca de Darwin

A famosa Lagoa de Albufeira, em Sesimbra, é na verdade um conjunto de três lagoas: a Grande, a Pequena e a da Estacada. O Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena fica perto da estrada para Sesimbra e permite aceder a três observatórios de aves.

lagoa da estacada 1

Tentei visitá-lo há uns anos, mas estava fechado. Entretanto, parece que os horários de abertura "estabilizaram" e, a partir de 1 de Abril (horário de Verão) serão os seguintes: quartas-feiras, sextas-feiras e sábados, das 8:30h às 12:00h e das 15:00h às 19:30h.

lagoa da estacada 2 lagoa da estacada 3 lagoa da estacada 4 lagoa da estacada 5 lagoa da estacada 6

Colocados em diferentes pontos da lagoa, os observatórios permitem avistar várias espécies de aves aquáticas, como a garça-real, o caimão, o corvo-marinho, a marrequinha, o pato-trombeteiro...

lagoa da estacada 7 lagoa da estacada 8 lagoa da estacada 9 lagoa da estacada a 10 lagoa da estacada a 11

Mas o espaço tem muito mais para oferecer. No bosque, pinhal e caniçal há outras aves, como piscos-de-peito-ruivo, bicos-de-lacre, carriças, chapins-reais, chapins-azuis, chapins-rabilongos, toutinegras-de-barrete-preto...

lagoa da estacada a 12 lagoa da estacada a 13 lagoa da estacada a 14

E há borboletas, como a já nossa conhecida malhadinha.

lagoa da estacada a 15

Também há outros detalhes que justificam a nossa atenção, como os reflexos da água sobre o dique, o contraste da canas em contraluz ou a vibrante cor dos líquenes.

lagoa da estacada a 16 lagoa da estacada a 17 lagoa da estacada a 18 lagoa da estacada a 19 lagoa da estacada b 20 lagoa da estacada b 21 lagoa da estacada b 22 lagoa da estacada b 23

Mais informações, aqui.

19
Fev15

A Natureza no Carnaval de Sesimbra 2015

Arca de Darwin

Este ano, e em comparação com 2013, o Carnaval de Sesimbra apostou mais na identidade da vila, com vários grupos a desfilarem com motivos relacionados com a actividade pesqueira. Em baixo encontra imagens deste e doutros temas (mais ou menos) relacionados com a Natureza. Amanhã ou depois colocarei mais fotos com o resumo do resto da festarola.

carnaval sesimbra 2015 1

 

 

 

22
Out14

Ermida da Memória: devemo-la aos... dinossauros

Arca de Darwin

Por ali tudo é imenso: a falésia do Cabo Espichel, a Igreja de Nossa Senhora do Cabo, o mar. Mas toda a grandeza mais não faz do que salientar a beleza e elegância da pequenina Ermida da Memória.

ermida da memoria 1 Visitei-a inúmeras vezes e sempre a olhei de diferentes perspectivas..

ermida da memoria 2 ermida da memoria 3 ermida da memoria 4 ermida da memoria 5 ermida da memoria 6

Foi construída no século XV para assinalar a aparição da Senhora do Cabo, que ocorrera em 1410. Diz a lenda que dois idosos sonharam com a santa e viram-na ser carregada falésia acima por uma mula branca.

ermida da memoria a 12

A comprovar a "veracidade" do sonho lá estavam as marcas das patas da mula encrostadas na pedra. Hoje sabe-se que as famosas pegadas pertencem a dinossauros.

ermida da memoria 7 ermida da memoria 8 (1024x768) ermida da memoria 9 ermida da memoria a 10 ermida da memoria a 11

01
Mar14

Das flores-dos-passarinhos aos homens-nus: descubra as orquídeas selvagens portuguesas

Arca de Darwin

Estamos em plena época de floração das orquídeas selvagens. De norte a sul do país podem-se observar cerca de 50 espécies destas plantas que imitam a forma, cheiro e cor dos insectos que as polinizam. Segue-se um apanhado das já apresentadas aqui na Arca (com os respectivos links).

Género Aceras

Erva-do-homem-enforcado (Aceras anthropophorum)

Aceras anthropophorum 1.jpg

Género Anacamptis

Orquídea-piramidal (Anacamptis pyramidalis)

Erva-perceveja (Anacamptis coriophora)

erva-perceveja.JPG

 

Género Barlia

Orquídea-gigante (Barlia robertiana)

orquidea-gigante-3.jpg

Género Cephalanthera

Cephalanthera longifolia

Género Epipactis

Heleborinha-comum (Epipactis tremolsii)

epipactis tremolsii 4.jpg

 

Género Limodorum

Limodoro-mal-feito (Limodorum abortivum)

limodorum2-766x1024.jpg

Género Ophrys

Moscardo-fusco (Ophrys fusca)

Ophrys-fusca-3-a-766x1024.jpg

 

Erva-vespa (Ophrys lutea)

ophrys-lutea-1-1024x768.jpg

 

Flor-dos-passarinhos (Ophrys scolopax)

Ophrys-scolopax-0-1024x766

 

Erva-abelha-maior (Ophrys speculum subsp. speculum)

Ophrys-speculum-2-768x1024

 

Erva-vespa-rosada (Ophrys tenthredinifera)

ORQUDE~1

Género Orchis

Homens-nus (Orchis italica)

orchis-italica-1-1024x779

 

 

04
Jan14

A aranha e a cruz

Arca de Darwin
Ontem vi uma Araneus diadematus. Esta aranha tem uma característica que salta à vista: uma cruz branca no abdómen, formada por quatro manchas alongadas e uma mancha redonda central. A cruz reflecte-se em alguns nomes comuns da espécie, mas há outros: aranha-de-cruz, aranha-diadema, aranha-dos-jardins, epeira-de-cruz, epeira-dos-jardins, tecedeira-de-cruz-cosmopolita.

Aranha-de-cruz (Araneus diadematus), Azóia, Sesimbra

Os nomes também indiciam um dos seus habitats. De facto, estas aranhas são comuns em jardins, embora também frequentem matas e áreas com arbustos e árvores.

O exemplar da foto é uma fêmea. Estas são maiores do que os machos  – medem 12 a 17 mm enquanto eles ficam-se pelos 5 a 10 mm  – e apenas elas constróem teias para caçar.Foge quando perturbada, mas, no caso de atacar, saiba que a picada é inofensiva para os humanos.