Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

09
Dez21

A venenosa amanita-pantera (“Amanita pantherina”)

Arca de Darwin

Já aqui falei das duas espécies do género Amanita envolvidas na morte do imperador Cláudio: a deliciosa A. caesarea, ou amanita-dos-césares, e a letal A. phalloides, ou cicuta-verde. A A. pantherina, ou amanita-pantera, não é tão tóxica quanto a cicuta-verde, mas, ainda assim, é bastante venenosa, apesar do seu sabor adocicado.

Amanita pantherina 1.jpg

 

 

amanita-pantera 55.jpg

Tem uma altura média de 13 centímetros e o diâmetro do chapéu varia entre 5 e 12 centímetros. O chapéu é castanho-escuro ou castanho-acinzentado, e tem um número variável de escamas brancas dispostas de forma concêntrica. Estas não são mais do que os restos da volva, e podem ser removidas por acção da chuva.

Amanita pantherina 2.jpg

Amanita pantherina 3.jpg

Amanita pantherina 4.jpg

As margens do chapéu são estriadas. As lamelas e o caule são brancos.

Amanita pantherina 5.jpg

É um cogumelo comum, típico de bosques de folhosas (azinheiras, sobreiros, faias, etc.) e de coníferas (pinheiros).

Amanita pantherina 6.jpg