Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

13
Fev22

Arte urbana em Agualva-Cacém

Arca de Darwin

Desde 2015 que os painéis acústicos junto à estação de comboios de Agualva-Cacém, em Sintra, têm servido de tela a diferentes artistas, muitos deles já nossos conhecidos. As várias obras foram concebidas no âmbito da iniciativa AgualvArte, que pretende criar um «repositório de arte urbana» na freguesia.

arte urbana agualva-cacem 2.jpg

 

 

«Guardian rebel n.º 6, Alva – keeper of herons», de Jacqueline de Montaigne (2021)

A garça (heron, em inglês) que inspirou este mural da nossa já conhecida Jacqueline de Montaigne pousou na Ribeira das Jardas, que atravessa Agualva, e por ali ficou, conquistando a simpatia de quem a via e espoletando um concurso público com vista a baptizá-la. O nome que ganhou foi, claro, Alva.

arte urbana agualva-cacem 1.jpg

«Coragem», de Vanessa Teodoro (2021).

No site da artista pode ler-se que a obra é dedicada «...às pessoas que perdemos, à liberdade de que sentimos falta e à coragem de que precisamos para enfrentar estes tempos desafiantes».

arte urbana agualva-cacem 3.jpg

«Eleutheria», de Guel Do It (2020).

arte urbana agualva-cacem 4.jpg

«A garden inside us», de Ana Cristina Dias (2019)

arte urbana agualva-cacem 5.jpg

arte urbana agualva-cacem 6.jpg

arte urbana agualva-cacem 7.jpg

«Extinction Black Rhino», de Edis One (2019)

arte urbana agualva-cacem 8.jpg

Ôje (2018)

Mural de homenagem a Pedro Nunes, «Matemático dos Descobrimentos», ilustrado com a frase «A mente que se abre a uma nova ideia, jamais voltará ao seu tamanho original», de Albert Einstein.

arte urbana agualva-cacem 9.jpg

Youthone (2017)

Mural inspirado em Leonardo da Vinci. «A arte diz o indizível; exprime o inexprimível; traduz o intraduzível», Leonardo da Vinci.

arte urbana agualva-cacem 10.jpg

«You go your way I’ll go your way too», de Tamara Alves (2017)

O título da obra é emprestado de uma frase de Leonard Cohen.

arte urbana agualva-cacem 11.jpg

arte urbana agualva-cacem 12.jpg

arte urbana agualva-cacem 13.jpg

Slap (2017)

Transposição para a arte urbana de um quadro do pintor Lívio de Morais, assinalando a multiculturalidade da Freguesia.

arte urbana agualva-cacem 14.jpg

arte urbana agualva-cacem 15.jpg

Utopia (2017)

«Cidade sem muros nem ameias, gente igual por dentro, gente igual por fora», parte da letra da música «Utopia», de Zeca Afonso

arte urbana agualva-cacem 16.jpg

arte urbana agualva-cacem 17.jpg

Nomen (2016)

Obra ilustrada com a frase «The love changes and best friends become strangers», de Nas.

arte urbana agualva-cacem 18.jpg

Odeith (2016)

«Podemos muito mais do que imaginamos», José Saramago

arte urbana agualva-cacem 19.jpg

Styler (2016)

«Sonho com o dia em que todos levantar-se-ão e compreenderão que foram feitos para viverem como irmãos», Nelson Mandela

arte urbana agualva-cacem 20.jpg

arte urbana agualva-cacem 21.jpg

arte urbana agualva-cacem 22.jpg

 

Fredy KlitGonçalo MAR e Miguel RAM (2015)

«Só o coração pode bater». Obra dedicada à prevenção e consciencialização dos maus-tratos na infância.

arte urbana agualva-cacem 23.jpg

arte urbana agualva-cacem 24.jpg

Obra que não consigo identificar o autor:

arte urbana agualva-cacem 25.jpg

A algumas dezenas de metro, ao fundo da rua e com vista para o mural de Jacqueline de Montaigne, está um mural de Cláudio Martins (dali.dws) de 2015.

arte urbana agualva-cacem 26.jpg