Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

24
Out23

As mutações dos gamos do Phoenix Park

Arca de Darwin

O Phoenix Park é um parque murado a oeste do centro de Dublin. O parque é enorme: cobre uma área de cerca de 700 hectares — é, ainda assim, mais pequeno do que, por exemplo, o Parque Florestal de Monsanto, que tem 1000 hectares —, e não será má ideia alugar uma bicicleta à entrada para o percorrer mais facilmente.

dama dama 1.jpg

 

 

phoenix park 0.jpg

O parque foi criado em 1662 para ser uma reserva de caça e só foi aberto ao público em geral em 1745. Tem muitos motivos de interesse, como um forte, o Monumento Wellington — que é o maior obelisco da Europa — o Zoo de Dublin, a casa do presidente da República ou a residência do embaixador dos Estados Unidos.

phoenix park 1.jpg

phoenix park 2 a.jpg

phoenix park 2.jpg

phoenix park 3.jpg

phoenix park 4.jpg

phoenix park 5.jpg

phoenix park 6 a.jpg

phoenix park 6.jpg

phoenix park 7.jpg

phoenix park 8.jpg

phoenix park 9.jpg

phoenix park 10.jpg

phoenix park 11.jpg

E tem também uma população de 600 gamos (Dama dama).

dama dama 1.jpg

dama dama 2.jpg

dama dama 3.jpg

dama dama 4.jpg

O gamo não é natural da Irlanda: foi introduzido em 1244 para povoar a Floresta Real de Veados em Wicklow. O efetivo populacional chegou a um máximo 1300 indivíduos em 1850, e a um mínimo de 40, a seguir à Segunda Guerra Mundial. A população atual é mantida nos 600 indivíduos, e estes são descendentes dos animais que foram introduzidos no país em 1244.

dama dama 11.jpg

dama dama 13.jpg

dama dama 14.jpg

Os gamos, em geral, têm pelagem castanho-avermelhada com pintas brancas (no Inverno é mais pardacenta), mas mutações que influenciam a cor dos pelos podem produzir gamos brancos, gamos com pelagem pálida e com pintas ainda visíveis, gamos castanhos e gamos negros. Todas estas variedades existem no Phoenix Park, exceto os gamos brancos (não vi a versão mais pálida).

dama dama 21.jpg

dama dama 22.jpg

dama dama 24.jpg

dama dama 25.jpg

dama dama 30.jpg

dama dama 31.jpg

dama dama 32.jpg

dama dama 33.jpg

dama dama 35.jpg

dama dama 36.jpg

dama dama 37.jpg

dama dama 38.jpg

Alguns gamos apresentavam as hastes cobertas de sangue e com “coisas” penduradas. Tal é perfeitamente natural. O que se passa é que visitei o parque em agosto, e, à medida que o outono se aproxima, o veludo que cobre as hastes começa a cair para revelar as armações ósseas (que cairão entre abril e maio). Como o veludo contém muitos vasos sanguíneos, quando os gamos esfregam as hastes nas árvores para se livrarem dele, o resultado pode ser uma imagem algo chocante, mas que faz apenas parte de um processo natural e benigno (alguns animais comem até os nutritivos restos de veludo).

dama dama 41.jpg

 

2 comentários

Comentar post