Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

05
Abr20

Edward Hopper e saúde mental em tempos de pandemia

Arca de Darwin

A obra do pintor estadunidense Edward Hopper (1882‒1967) inundou as redes sociais Twitter e Instagram durante o último mês. Isto porque muitos utilizadores que estão a cumprir quarentena por causa da pandemia viram a sua vida e estado de espírito reflectidos nos quadros de Hopper.

hopper 1.jpg

The morning sun (1952)

 

O que não é bom sinal. A obra de Hopper é famosa por retratar a solidão e a alienação na sociedade moderna urbana da altura ― sabe-se que o próprio Hopper enfrentou longos períodos de depressão.

hopper 2.jpg

Office in a small town (1953)

 

Hopper 3 Hotel-window-1955.jpg

Hotel window (1955)

 

hopper 4.jpg

New York office (1962)

Nestes tempos únicos, muitos poderão estar a passar um mau bocado. A pensar neles, um grupo de psiquiatras «decidiu criar um sítio de partilha de informação e de opinião sobre "Saúde Mental em tempos de pandemia"». Explicam que «a atual pandemia determina uma profunda alteração nas nossas vidas. As suas consequências na Saúde Mental são óbvias e previsíveis».

hopper 5.jpg

Hotel by a railroad (1952)

 

O blog chama-se Psicovid19 e está alojado aqui no Sapo. O compromisso que assumem é «contribuir para a informação, combater a desinformação, questionar o que pode ser debatido, orientar com base na melhor evidência científica e propor com realismo caminhos que possam ser trilhados coletivamente». 

Hopper 6.jpg

Automat (1927)

Nighthawks_by_Edward_Hopper_1942.jpg

Nighthawks (1942)

 

Duas últimas notas sobre Hopper. O cineasta alemão Wim Wenders, que não é propriamente conhecido por realizar filmes da Disney, assume que Hopper é uma fonte de inspiração e que os seus quadros são como filmes prestes a começar. Este ano, em jeito de homenagem, Wenders estreou o filme Duas ou três coisas que sei acerca de Edward Hopper, onde dá vida à obra do pintor estadunidense. Outro cineasta, Alfred Hitchcock, também não ficou imune aos encantos do pintor. No filme Psico, a mansão Bates é inspirada no quadro The House by the Railroad que Hopper pintou em 1925.

 

house-by-the-railroad.jpg

The house by the railroad (1925)

 

hopper 7.jpg

Eleven a.m. (1926)

hopper 8 Hotel-lobby-1943.jpg

Hotel lobby (1943)

hopper 9.jpg

Hotel room (1931)

hopper 10 Room-in-new-york-1932.jpg

 

 

Room in New York (1932)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.