Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

01
Abr24

Linho-bravo (“Linum bienne”)

Arca de Darwin

As flores do linho-bravo (Linum bienne) têm uma beleza discreta, onde o azul vibrante dos estigmas é emoldurado pelo azul muito ténue das pétalas e pelo azul (por vezes violeta) mais intenso das finas nervuras.

linho-bravo 1.jpg

 

Esta espécie — também conhecida por linho-de-inverno, linho-galego, linho-mourisco e linho-da-terra — tem uma grande importância na nossa história dado que é o antepassado do linho cultivado(L. usitatissimum), que foi fundamental para fabricar tecidos durante milhares de anos.

linho-bravo 2.jpg

No entanto, nos primórdios da Revolução Neolítica (há cerca 12 500 anos), a espécie utilizada era o L. bienne, ainda que para outros fins. «Originalmente», como se lê em A História do Trabalho, de Jan Lucassen (Temas e Debates, 2023), «o vestuário teria consistido de peles animais processadas, tal como representadas nas pinturas rupestres paleolíticas. Além disso desenvolveu-se a técnica do entrelaçamento do linho e do cânhamo (na altura ainda plantas silvestres), bem como a do fabrico de corda, usada, entre outras coisas, para as redes de pesca. Nenhuma destas técnicas daria origem a tecidos, mas eram passos na direção certa, com a fiação e a tecelagem a desenvolverem-se separadamente e a par uma da outra».

linho-bravo 3.jpg

Os primeiros indícios da utilização de L. bienne remontam a 11 200 – 10 500 anos atrás, ao norte da Síria. Já os da utilização de uma forma domesticada de linho remontam a 9000 atrás, também na Síria. Ao longo da história, os usos dos tecidos de linho foram variando. Por exemplo, no antigo Egito, o linho era usado para envolver as múmias. Já os romanos usavam-no para fabricar velas para as suas embarcações.

linho-bravo 4.jpg

O linho só perderia a sua importância no início do século XX, quando começaram a surgir fibras mais baratas e mais duráveis.

linho-bravo 5.jpg

 

4 comentários

Comentar post