Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

21
Mar19

Lisboa: um outro ângulo

Arca de Darwin

É inevitável: quando se olha de cima e ao longe para Lisboa, não só emergem as cores típicas da cidade, como a paisagem transforma-se num quadro geométrico onde se destacam linhas e quadrados. Os humanos? Somos formiguinhas - o maior ser "vivo" é mesmo a abelha do Bordalo II na LxFactory. A mini-maratona do fim-de-semana passado permitiu-me atravessar a Ponte 25 de Abril a pé e fotografar alguns detalhes das freguesias de Alcântara e da Estrela.

19
Abr13

Vhils: a marca da cidade

Arca de Darwin
A original arte urbana do português Alexandre Farto (a.k.a. Vhils) já conquistou gentes de vários continentes, em cidades como Moscovo, Nova Iorque e Londres. “Scratching the surface” é o nome do projecto em que, como um escultor perante uma pedra, “arranha” e arranca bocados de paredes, revelando os rostos que nela se escondem.

R. do Cais de Alcântara, Lisboa

"Pegar na imagem de um cidadão comum, do everyday hero, e dar-lhe espaço numa cidade, criar uma metáfora sobre o quanto uma pessoa pode cravar uma cidade como a cidade a crava a ela. Esse ciclo sempre me interessou bastante, pelo caótico da cidade e a maneira como influenciamos as coisas sem estarmos conscientes disso”, partilhou Vhils, em entrevista à revista Visão.