Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

25
Jun13

Escaravelho-rinoceronte

Arca de Darwin
Certo dia a mãe Natureza acordou toda bem disposta e pensou: “E se oferecesse aos frágeis insectos uma protecção para o corpo, como a pele rija que dei ao rinoceronte?”. Assim, usou um dos elementos mais duros que tinha à mão, a quitina, e transformou o primeiro par de asas de alguns insectos numa carapaça protectora. Entretanto, a boa disposição degenerou em traquinice:

Escaravelho-rinoceronte (Oryctes nasicornis), Santa Clara-a-Velha, Odemira

Achou que umas quantas espécies deste grupo – a que os humanos chamaram coleópteros – estavam perfeitinhas demais e começou a pintar bolas pretas nas carapaças vermelhas, laranjas ou amarelas. Os humanos chamaram-lhes joaninhas. Pior foi o que fez a um escaravelho, que media pouco mais de 4 centímetros. Lembrando-se da sua fonte de inspiração inicial – o rinoceronte – colocou-lhe um corno na frente da cabeça. Riu-se do pobre coitado, mas não voltou atrás na “decoração”. No entanto, e já se sabe como funciona a solidariedade entre as mulheres, poupou a fêmea a tamanho ornamento. Os humanos chamaram a esta espécie escaravelho-rinoceronte (Oryctes nasicornis).