Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

12
Abr18

Jardim Botânico de Lisboa - reabertura

Arca de Darwin

É sempre bom voltar ao Jardim Botânico, local onde tive várias aulas do curso de Biologia. O Jardim esteve fechado durante ano e meio e reabriu no sábado passado. O Orçamento Participativo da cidade serviu para, entre outras coisas, recuperar caminhos e vedações, e instalar um sistema de rega e de recolha de águas fluviais, que permitirá reduzir (e pagar) a conta da água. Infelizmente, o dinheiro não chegou para substituir as muitas placas de identificação das espécies que estão partidas ou ilegíveis.

Quanto à reabertura, não valeria a pena esperar pela conclusão das obras? Eu entretenho-me sempre no Jardim (como mostram as fotos deste post e do próximo), mas imagino que haja quem não goste de chegar a um espaço renovado e encontrar o piso de cima, alguns caminhos da parte inferior e o lago (e o Borboletário?!) fechados.

14
Set12

O papa-moscas que não dá nas vistas

Arca de Darwin
Se calhar, sem dar por isso, já se cruzou com um papa-moscas-cinzento (Muscicapa striata) num qualquer jardim ou área arborizada com espaços abertos. A verdade é que este pequeno pássaro passa despercebido pela pequena dimensão (14 cm de comprimento), pelo tom deslavado do corpo e por ter um canto curto e monótono.

Como o bico e o nome indicam, alimenta-se de moscas, mas também de outros insectos (borboletas, libelinhas e mariposas), os quais observa poisado num ramo e depois captura com mestria em pleno voo, regressando em seguida ao poiso de origem.

Os machos são semelhantes às fêmeas, ou seja, a espécie não apresenta dimorfismo sexual. À primeira vista parecem-se com a fêmea do papa-moscas-preto, mas diferem desta por terem riscas castanhas no topo da cabeça e no peito. Com o macho não há confusão: é preto e branco.Setembro é uma das alturas mais propícias para observar esta ave, devido aos muitos migradores que “fazem escala” no nosso país.

13
Set12

“Botânico” – nova galeria

Arca de Darwin
Espreite a nova galeria, “Botânico”, em Perspectivas. Tirei este conjunto de fotos no Jardim Botânico da Faculdade de Ciências de Lisboa. A enorme densidade de “verde” estende-se até vários metros de altura e cria um tecto natural, que esconde e filtra a luz do Sol. Neste jogo de sombras o preto torna-se protagonista da paisagem e emoldura caminhos, flores e folhas.