Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

08
Mar14

A Encantadora de Pegas-cotovias

Arca de Darwin
O título até soa bem - The Magpie Whisperer -, mas a apresentadora seria muito diferente do César Millán: loira, australiana e com 9 anos de idade. Conheci esta mulherzinha no fim-de-semana passado. Sentados na relva, ela sorria enquanto o pai contava que, certo dia, depois de muito a procurarem, encontraram-na no topo de um pinheiro de Norfolk (árvore com altura de um prédio de seis andares), sentada num ramo a "falar" com as pegas-cotovias.

magpie

Da capacidade trepadora já me apercebera, quando a vi descer de uma árvore com agilidade felina, mas a conversa com as aves era novidade. "Imita lá o som que fazes para as chamar", desafiou o pai. E ela lá assobiou, copiando a cantilena das magpies-larks. "O pior é quando as chama para dentro de casa, porque depois tenho de limpar a porcaria que fazem quando se assustam...", lamentou a mãe, sacando do telemóvel para mostrar a foto em cima que ilustra o dom da filha, e que teve a gentileza de partilhar com a Arca.
05
Mar14

A pega-cotovia

Arca de Darwin

Em inglês dá pelo nome de "Magpie-lark" (Grallina cyanoleuca) o qual, traduzido para português, equivale a "Pega-cotovia". Este pássaro (família Passeriformes) pertence a uma das 200 espécies de aves capazes de cantar em dueto.

magpielark 1 (800x533)

Tal como o indivíduo da foto de cima, também o da foto em baixo é um macho. Distinguem-se das fêmeas por terem em volta do olho um círculo preto que se une por um risco à nuca. Também têm uma fila de "pestanas" brancas por baixo do olho.

magpielark 2 (800x533)

As fêmeas não têm esta fila branca e a mancha preta é vertical, e não comunica horizontalmente com a nuca.

magpielark 4 (800x533) magpielark 3 (800x533)

Alimenta-se de insectos que captura na vegetação rasteira ou na água. A presença desta é fundamental para a espécie, pois o casal constrói o ninho com lama.

magpielark 5 (800x533)

Mede cerca de 27 centímetros (mais ou menos o tamanho de um melro).

magpielark 8 (800x533)

É abundante em toda a Austrália.

magpielark 9 (800x533)

Há quem lhe chame "Peewee" ou "Peewit" devido a um dos sons que produz.

magpielark a 10 (800x533)

Mais sobre mim

foto do autor

Siga-nos no Facebook

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D