Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

19
Ago14

Arca no "Le Monde Diplomatique - edição portuguesa"

Arca de Darwin

A edição deste mês do jornal Le Monde Diplomatique - edição portuguesa inclui um texto sobre Perth da autoria do jornalista Maxime Lancien. A minha pequena contribuição para o artigo, intitulado Ser mineiro e rico na Austrália, são as quatro imagens que o ilustram (muito obrigado à direcção do Le Monde Diplomatique por esta oportunidade). Entretanto, e em jeito de celebração do Dia Internacional da Fotografia, o jornal sugeriu que fizesse um pequeno filme de apresentação desta bela localidade. Eis o vídeo:

http://youtu.be/YcukDi9A6Mk

 

23
Jan14

Arca Pert(h)o de Darwin

Arca de Darwin
Obrigado pela sua paciência. Por certo notou a ausência de posts nos últimos dias. Acontece que foi uma semana muito intensa de preparativos para uma looooooonga viagem: a Arca está temporariamente na Austrália e ficará algum tempo em Perth. Espero que esta mudança seja positiva para si. Além dos posts que continuarão a surgir sobre Portugal (com o habitual contributo de autores convidados) conhecerá algumas paisagens, seres e peculiaridades deste lado da ilha banhado pelo Índico. 

05
Dez13

Nelson Mandela (1918-2013)

Arca de Darwin
“We're living in a strange time working for a strange goal We're living in a strange time working for a strange goal We're turning flesh and body into soul”

Strange Boat, The Waterboys

O “estranho barco” em que a Humanidade navega acaba de perder o seu mais ilustre farol. Num tempo em que agências de rating destroem a vida de milhões de cidadãos; num tempo em que faltam líderes merecedores de adjectivos como coerente, honrado, honesto, justo e até inteligente; num tempo em que os interesses económicos sobrepõem-se a interesses políticos, sociais e ambientais; num tempo em que a inclusão, por exemplo, no mercado de trabalho, depende de quem se conhece ou do mínimo a que se está disposto a receber em vez de depender do mérito; num tempo em que as eleições registam abstenções acima dos 75%; ...; num tempo assim, Nelson Mandela faz mais falta do que nunca. RIP.

Nelson Mandela (1994). Foto: Paul Weinberg

"Durante a minha vida, dediquei-me a essa luta do povo africano. Lutei contra a dominação branca, lutei contra a dominação negra. Acalentei o ideal de uma sociedade livre e democrática na qual as pessoas vivam juntas em harmonia e com oportunidades iguais. É um ideal para o qual espero viver e realizar. Mas, se for preciso, é um ideal pelo qual estou disposto a morrer".

Excerto da intervenção de 4 horas de Mandela no seu julgamento.