Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

01
Mai19

Orquídea erva-perceveja ("Orchis coriophora")

Arca de Darwin

A erva-perceveja (Orchis coriophora), também conhecida por erva-do-salepo e salepeira, é mais uma espécie de orquídea selvagem que se pode encontrar na Ebio de Fontelas, em Loures.

A espécie tem uma vasta área de distribuição — Europa, Norte de África e Ásia — que comporta várias subespécies, discutindo-se se algumas serão ou não espécies diferentes. A confusão chega ao nome, com alguns autores a colocá-la no género Anacamptis, ou seja, Anacamptis coriophora.

Certo é que pertence à família Orchidaceae. Curiosidade: orchis significa "testículo", e as orquídeas foram assim baptizadas devido ao aspecto dos bolbos subterrâneos.

A erva-perceveja tem um inflorescência com cerca de 40 centímetros de altura que comporta 15 a 25 flores purpuras e com cheiro (uma das subespécies emite odor a baunilha). Gosta de prados e clareiras de matos com alguma humidade.

 

A floração da erva-perceveja ocorre de Março a Junho.

02
Mai18

Orquídea-piramidal ("Anacamptis pyramidalis")

Arca de Darwin

Estamos em plena época das orquídeas selvagens. A orquídea-piramidal (Anacamptis pyramidalis), também conhecida como satirião-menor, tem, como o nome indica, forma piramidal. Para orquídea, tem um tamanho considerável (principalmente em comparação com as do género Ophrys): pode chegar aos 60 centímetros de altura.A cor das flores, que são hermafroditas, varia entre o rosa e o roxo, mas também podem ser brancas.

A polinização é feita por borboletas e traças.

Esta planta da família Orchidaceae vive no centro e sul do país, em terrenos incultos com substrato calcário.

01
Mar14

Das flores-dos-passarinhos aos homens-nus: descubra as orquídeas selvagens portuguesas

Arca de Darwin

Estamos em plena época de floração das orquídeas selvagens. De norte a sul do país podem-se observar cerca de 50 espécies destas plantas que imitam a forma, cheiro e cor dos insectos que as polinizam. Segue-se um apanhado das já apresentadas aqui na Arca (com os respectivos links).

Género Aceras

Erva-do-homem-enforcado (Aceras anthropophorum)

Aceras anthropophorum 1.jpg

Género Anacamptis

Orquídea-piramidal (Anacamptis pyramidalis)

Erva-perceveja (Anacamptis coriophora)

erva-perceveja.JPG

 

Género Barlia

Orquídea-gigante (Barlia robertiana)

orquidea-gigante-3.jpg

Género Cephalanthera

Cephalanthera longifolia

Género Epipactis

Heleborinha-comum (Epipactis tremolsii)

epipactis tremolsii 4.jpg

 

Género Limodorum

Limodoro-mal-feito (Limodorum abortivum)

limodorum2-766x1024.jpg

Género Ophrys

Moscardo-fusco (Ophrys fusca)

Ophrys-fusca-3-a-766x1024.jpg

 

Erva-vespa (Ophrys lutea)

ophrys-lutea-1-1024x768.jpg

 

Flor-dos-passarinhos (Ophrys scolopax)

Ophrys-scolopax-0-1024x766

 

Erva-abelha-maior (Ophrys speculum subsp. speculum)

Ophrys-speculum-2-768x1024

 

Erva-vespa-rosada (Ophrys tenthredinifera)

ORQUDE~1

Género Orchis

Homens-nus (Orchis italica)

orchis-italica-1-1024x779