Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

19
Nov12

Sons do Vento

Arca de Darwin

É das forças mais poderosas da Natureza, como mostrou o tornado da passada semana, no Algarve (o 87.º em Portugal, nos últimos 80 anos). É à imagem desta força que muitos músicos recorreram quando criaram algumas das mais emblemáticas canções do século passado. Do desespero à esperança, da adversidade à mudança, eis o Top 10 de músicas com a palavra “vento” (“wind”) no título:

1 – Against the Wind (Highwayman, 1985) - O original é de Bob Seger (1980), e é muito bom. Mas esta versão é ainda melhor. Corria o ano de 1985 quando quatro monstros da música country – Johnny Cash, Waylon Jennings, Willie Nelson e Kris Kristofferson – juntaram-se sob o nome Highwayman e lançaram o álbum homónimo. Para ouvir again and again...

 

2 – Blowing in the wind (Bob Dylan, 1963) – “O trabalho de alguns artistas fala por eles, o de outros fala por uma geração”. Foi assim que Jack Nicholson apresentou Bob Dylan no Live Aid, em 1985. Blowing in the wind e The times they are a-changin’ (1964) foram hinos da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos.

3 – Trova do vento que passa (Adriano Correia de Oliveira, 1963) – “Mesmo na noite mais triste/ Em tempo de servidão/ Há sempre alguém que resiste/ Há sempre alguém que diz não”. As palavras de Manuel Alegre cantadas por Adriano simbolizaram a resistência à ditadura e a esperança pela liberdade.

4 – Wind of change (Scorpions, 1990) – Um ao depois da queda do Muro de Berlim a banda alemã retratava o espírito de mudança que ocorria no Leste europeu.

5 – Lonesome old wind (The Waterboys, 1986) – Foi preciso esperar 15 anos para Lonesome old wind ver a luz do dia. Composta em 1986, faz parte do álbum Too cloose to heaven – the unreleased Fisherman’s Blues sessions, de 2001.

6 – Winter winds (Mumford & Sons, 2009) – O Folk está cada vez mais vivo, e recomenda-se.

7 – Candle in the wind (Elton John, 1973) – primeiro foi uma homenagem a Marilyn Monroe, depois transformou-se no eco da dor sentida por milhares (milhões?) de pessoas aquando da morte de Diana. Duas mulheres, duas figuras marcantes do século XX, com todas as suas virtudes e defeitos.

8 – Vento no litoral (Legião Urbana, 1991) – O namorado de Renato Russo morrera de sida. Vento no litoral é a expressão dessa perda.

9 – Lonesome wind blues (The Whites) – Bill Monroe inventou o bluegrass. Inúmeros músicos recriaram as suas músicas, como aconteceu com este Lonesome wind blues, de 1960, aqui numa versão dos The Whites.

10 – Wild is the wind (Nina Simone, 1966) – composição de Dimitri Tiomkin e Ned Washington, foi primeiro interpretada por Johnny Mathis, em 1957. Mas é a versão de Nina Simone que inspirou os remakes de David Bowie, Cat Power e Esperanza Spalding, entre outros.

05
Out12

Top 10 – “Bird”

Arca de Darwin
Depois da Lua e do Fogo, eis o Top 10 de músicas com “pássaro/ave” (bird) no título:- Three little birds (Bob Marley, 1977) – Um hino.2 - My songbird (Emmylou Harris, 1977) – Etéreo. De arrepiar. A Emmylou continua a fazer álbuns fabulosos, mas “Quarter moon in a ten cent town” (1978), onde surge este My songbird, é o meu favorito.3 – Blackbird (Beatles, 1968) – O lindíssimo “melro”.

4 - Birdsong (Florence and the Machine) – Inconfundível e poderosa. Mas não havia necessidade de partir o pescoço ao pobre animal...

5 - Surfin’ Bird (The Trashmen, 1963) – O Punk surgiu 11 anos mais tarde, em 1974, com bandas como os Ramones e os Cramps a revisitarem este tema “precoce” dos The Trashmen.6 - Bird on a Wire (Leonard Cohen, 1968) – Como um sussurro... Cohen é como o vinho do Porto...7 - Morning Bird (Sade, 2010) – Valeu a pena esperar uma década...8 - Yellow Bird (The Mills Brothers, 1959) – A origem deste tema é um poema de 1883, musicado em 1893, que louva a beleza das haitianas.9 - Bird List (Michael Nyman, 1980) – Frenético, como um bando de estorninhos. Faz parte da banda sonora de The Falls, de Peter Greenaway, e do álbum Michael Nyman, de 1981.10 - Eu ouvi o passarinho – Alentejo, nas vozes do Grupo de Cantares Regionais de Portel.Menção honrosa:O Passarinho (Tó Maria Vinhas, 1981) – Infância :)
07
Set12

Sons do Fogo

Arca de Darwin

Depois dos Sons da Lua, e após mais uma semana marcada pelos incêndios – para quando o fim da política de “resposta” e o início de uma verdadeira estratégia de “prevenção”, que resulte numa floresta limpa e diversificada? – eis o meu Top 10 de músicas com “Fogo” no título:

 

1 – Great Balls of Fire (Jerry Lee Lewis) – reza a lenda que no final de um concerto incendiou o piano. Não precisava. A música já era mais do que incendiária, principalmente naquele tempo.

2 – Ring of Fire (Johnny Cash) - mais um clássico forjado pela voz quente de Cash.

3 – I’m on Fire (Bruce Springsteen) - e nem precisou de gritar...

4 – The World’s on Fire (The Housemartins) - mais um ataque mordaz aos costumes britânicos, apimentados por um falsete lancinante.

5 – Light my Fire (The Doors) - e assim nascem os mitos...

6 – Fire and Rain (James Taylor) - um lamento profundo para renascer das cinzas.

7 – Standin’ Outside the Fire (Garth Brooks) - Garth explica: "I was in Los Angeles in 1992, hanging out with a good friend, Jenny Yates. In a conversation I was describing something that I thought was realli close, but for me it just stood outside the fire. There was that brilliant moment of silence when we just looked at each other and smiled".

8 – A Vaca de Fogo (Madredeus) - a.k.a., a Vaca em Chamas ;)

9 – Hearts on Fire (Bryan Adams) - o nosso turista nº1 também canta Into the Fire, mas esta música representa-o melhor.

10 – Fire (Jimi Hendrix) - uma experiência! "Let Jimi take over"

Bom fim-de-semana!

31
Ago12

Sons da Lua

Arca de Darwin

Hoje é dia de Lua Azul. O que quer isto dizer? Tão só que a Lua estará cheia, pela segunda vez neste mês. O acontecimento não é assim tão raro, ao contrário do significado da expressão once in a blue moon. De facto, como o ciclo lunar dura 29,5 dias, a Lua Azul aparece a cada poucos anos – a anterior surgiu em 2009 e a próxima será em 2015. Certo é que hoje muitos olharão à noite para o céu em busca do satélite da Terra e, segundo a NASA, há até a possibilidade de surgir azulado em alguns pontos dos Estados Unidos, devido às partículas emitidas pelos vários incêndios florestais que assolam o país – durante a erupção do vulcão Krakatoa, Indonésia, em 1883, a Lua “ficou” mesmo azul. Este corpo celeste inspira há muito poetas e músicos, e figura no título de algumas das melhores e mais célebres canções. Eis o meu Top 10 de músicas sobre a Lua:

1 – The Whole of the Moon (The Waterboys) – Mike Scott em mais um grande momento de inspiração poética. Como escreveu o argumentista Richard Curtis no jornal britânico The Guardian: “I love the fact it's not a love song. It's about something no other song I know is about: magnificence, someone who's mightier and better than you, who lets you glimpse the biggest picture”.

2 – Bad Moon Rising (Creedence Clearwater Revival) – energia pura.

3 – Brother Wolf, Sister Moon (The Cult) - quase espiritual...

4 – Blue Moon (Elvis Presley) – tem inúmeras versões, mas Elvis canta como ninguém.

5 – Goodnight Moon (Shivaree) – a sensualidade emanada por Ambrosia Parsley é mesmo de outro planeta...

6 – Man on the Moon (REM) – um tributo a Andy Kaufman; o pop no seu melhor.

7 – Moon River (Johnny Mercer) – um clássico oscarizado, inaugurado por Audrey Hepburn no filme Breakfast at Tiffany’s.

8 – Shoot the Moon (Norah Jones) – voz mágica; arranjo soberbo.

9 – Lua (Pedro Abrunhosa) – nacional e bom.

10 – ex aequo : Clair de Lune (Claude Debussy) e Moonlight Sonata (Ludwig van Beethoven) - :)