Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

17
Abr22

“The Language of Flowers”, de Jaqueline de Montaigne

Arca de Darwin

O novo mural de Jacqueline de Montaigne (artista que já conhecemos daqui, daqui e daqui), intitulado “The Language of Flowers”, fica no Largo Hintze Ribeiro, em Lisboa, numa parede de 14 metros de altura bem em frente de outro mural também já nosso conhecido — da autoria de Frederico Draw & Ergo Bandits, realizado no âmbito da inauguração da Casa da Cultura de Cabo Verde.

the language of flowers 1.jpg

 

 

 

24
Fev22

«Fado tropical em tons RGB», de Ozearv

Arca de Darwin

O mural «Fado tropical em tons RGB», de Ozearv, é mais uma das três peças de arte urbana presentes em Lisboa que foram seleccionadas para a lista final das 100 melhores de 2021 pela comunidade online Street Art Cities. O mural encontra-se na Rua Natália Correia, na Graça, em Lisboa.

ozearv 1.jpg

 

 

 

18
Fev22

O “Chimpanzé” e o “Sapo” de Bordalo II

Arca de Darwin

As duas esculturas — o Chimpanzé e o Sapo — encontram-se a algumas dezenas de metros uma da outra. Já têm uns bons aninhos, mas eu ainda não as tinha visto. Foram criadas por Bordalo II para a exposição “Attero” (“desperdício” em latim) de 2017 no seu atelier na Rua de Xabregas, no Beato, em Lisboa. De então para cá, já nos habituámos a ver as peças de Bordalo II um pouco por todo o país, ao vivo ou através de imagens. O Sapo foi a primeira escultura da série “Plastic Trash Animals” destinada a ser admirada na rua.

bordalo II 1.jpg

 

 

 

13
Fev22

Arte urbana em Agualva-Cacém

Arca de Darwin

Desde 2015 que os painéis acústicos junto à estação de comboios de Agualva-Cacém, em Sintra, têm servido de tela a diferentes artistas, muitos deles já nossos conhecidos. As várias obras foram concebidas no âmbito da iniciativa AgualvArte, que pretende criar um «repositório de arte urbana» na freguesia.

arte urbana agualva-cacem 2.jpg

 

 

 

 

 

25
Jan22

“A Bordadeira”, em Óbidos

Arca de Darwin

O mural “A Bordadeira”, que se encontra à entrada de Óbidos, junto ao aqueduto, retrata Maria Adelaide Ribeirete (1905–2008), que nos anos 40 se inspirou no tecto da Igreja de Santa Maria para criar os famosos Bordados de Óbidos.

bordadeira 1.jpg

 

 

 

 

18
Dez21

Vhils no Barreiro

Arca de Darwin

Desde 2018 o Barreiro é casa daquele que será porventura o maior mural produzido pelo português Vhils (Alexandre Farto). Com 150 metros de comprimento, a obra intitulada «Sobe e Desce» é uma homenagem às gentes ligadas à atividade industrial da região. O mural está junto ao Bairro de Santa Bárbara e foi apresentado no âmbito da nova alameda da requalificada Rua da União. O Barreiro é também o sítio que o artista escolheu para instalar o seu Vhils Studio.

Vhils Barreiro 1.jpg

 

 

 

 

07
Dez21

Natureza ilustrada junto à ponte do Pragal

Arca de Darwin

Os muros junto às paragens de autocarro à entrada da ponte 25 de Abril, em Almada, estão decorados com ilustrações de fauna presente na região. O autor dos murais é o artista Tiago Hacke, que já conhecemos devido ao seu trabalho no trilho da Ribeira das Vinhas, em Cascais.

tiago_hacke 1.jpg

 

 

 

 

19
Nov21

Festival Muro 2021

Arca de Darwin

Este é o quarto e último post sobre o Festival Muro 2021. O festival visa promover a arte urbana em Lisboa e esta foi a sua quarta edição, e teve lugar no Parque das Nações. As anteriores decorreram em Carnide (2016), Marvila (2017) e Lumiar (2019).

festival muro 2021 1.jpg