Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arca de Darwin

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

"Look deep into nature, and then you will understand everything better", Albert Einstein

Arca de Darwin

06
Mar13

Vencedores do concurso de fotografia da The Mammal Society

Arca de Darwin
O desafio era complicado: fotografar comportamentos pouco usuais de mamíferos. “Em comparação com as aves ou até com os insectos, os mamíferos são muito difíceis de observar, quanto mais de fotografar”, reconhece Marina Pacheco, directora-executiva da The Mammal Society, no site da organização.

1.º classificado - O grande vencedor do concurso de fotografia foi Roy Rimmer, ao “congelar” o momento em que uma ratazana-de-água (Rattus norvegicus) salta de uma lata de tinta para outra.

Ratazana-de-água (Rattus norvegicus). Foto: Roy Rimmer / © The Mammal Society

No entanto, os concorrentes superaram todas as expectativas desta primeira edição do The Mammal Society Mammal Photographer of the Year: “As fotos a concurso não só capturaram a essência dos mamíferos britânicos como, dos corços aos golfinhos, dos veados aos ratos, capturaram também a sua diversidade”.

2.º classificado - Julie Milne diz que tem a sorte de raposas viverem no seu jardim. “As fêmeas são mais curiosas”, garante. A imagem de uma delas a lamber a janela valeu-lhe o 2.º lugar na competição. À raposa vale-lhe um momento de “boa publicidade”, depois de um início de ano em que esteve na berlinda, e não pelas melhores razões.

Raposa (Vulpes vulpes). Foto: Julie Milne / © The Mammal Society

O concurso, além de divulgar as espécies de mamíferos britânicos, pretendia alterar a maneira como o público “vê” certos animais. Mais uma vez, os objectivos foram plenamente alcançados: “No conjunto, as fotos deste ano lembram-nos que devemos apreciar as espécies mais comuns, bem como as mais icónicas, como o esquilo e o ouriço-caixeiro, e motivam-nos a olhar para os nossos mamíferos com renovado respeito e admiração”, constata a The Mammal Society em comunicado.3.º classificado - Gary Cox fotografou um rato-do-campo (Apodemus sylvaticus) a transportar uma amora.

Rato-do-campo (Apodemus sylvaticus). Foto: Gary Cox / © The Mammal Society

Esta organização estuda e protege todos os mamíferos britânicos. O trabalho que desenvolve passa pela identificação dos factores que ameaçam as diferentes espécies de modo a protegê-las. Para tal, aconselham os decisores com base em dados científicos e sensibilizam as populações para a conservação da natureza, envolvendo-as na protecção dos animais.Menores de 18 anos. Dois vencedores:Alex Berryman

Rato-dos-lameiros (Arvicola terrestris), espécie que por cá existe apenas no Parque Natural de Montesinho. Foto: Alex Berryman / © The Mammal Society

Alessandro Oggioni

 Roaz-corvineiro (Tursiops truncatus). Foto: Alessandro Oggioni / © The Mammal Society

Melhor foto de um membro da The Mammal Society - Bex Cartwright

Corço (Capreolus capreolus). Foto: Bex Cartwright / © The Mammal Society

Menções honrosas:

Veado (Cervus elaphus). Foto: Richard Fisher / © The Mammal Society

Raposa (Vulpes vulpes). Foto: David Gibbon / © The Mammal Society

Esquilo-cinzento (Sciurus carolinensis). Foto: Mark Fox / © The Mammal Society

Foca-cinzenta (Halichoerus grypus). Foto:  Tom McDonnell/ © The Mammal Society

Rato-do-campo (Apodemus sylvaticus). Foto: Kate Williamson / © The Mammal Society

Foca-comum (Phoca vitulina). Foto: Tim Hunt  / © The Mammal Society

Esquilo-vermelho (Sciurus vulgaris). Foto: Austin Thomas / © The Mammal Society

Arminho (Mustela erminea),  pequeno carnívoro – 20 a 30 centímetros – que habita no Norte de Portugal. Foto: Joel Walley / © The Mammal Society

 

Doninha (Mustela nivalis), o carnívoro mais pequeno da Europa – mede menos de 28 centímetros – que por cá existe de Norte a Sul. Foto: Harry Martin / © The Mammal Society